Siga-nos




Destaques

Rio Preto começa a vacinar contra a Covid-19

Começou nesta quinta-feira, 21, a vacinação municipal contra a Covid-19 em Rio Preto. Na terça-feira, 19, o Hospital de Base iniciou a imunização exclusiva para os profissionais com sete mil doses recebidas no estado. Na quarta-feira, 20, a cidade recebeu 7,8 mil doses para iniciar a vacinação de profissionais de saúde que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid, idosos e pessoas com deficiência institucionalizados.

O prefeito Edinho Araújo, o secretário municipal de saúde Aldenis Borim e representantes de seis hospitais de Rio Preto participaram da cerimônia para início da vacinação. A primeira a receber a vacina foi a médica Vera Lúcia Kawagoe, que atua na rede pública de saúde desde 1993 e desde o início da pandemia – em março de 2020 – atua na unidade respiratória do Solo Sagrado.

“Nossas homenagens a você dra. Vera, todos nós reconhecemos em você um símbolo dessa luta, dessa batalha que nós vamos vencer, se Deus quiser”, disse o prefeito.

A médica afirmou ter ficado emocionada e lisonjeada por ter sido escolhida para ser a primeira a receber a dose. “Também fiquei muito agradecida, emocionada mesmo. Agora a nossa luta continua, com todos os cuidados”, afirmou.

A segunda imunizada foi a enfermeira Rita de Cássia Gimenez, que atua na rede pública desde 2014 e na UPA Jaguaré desde o início da pandemia. “Senti um alívio ao saber que a vacina chegou até nós e que vamos poder amenizar a doença. Estou muito feliz em ter recebido a dose”, disse.

Outros sete profissionais de saúde, de seis hospitais da cidade e do Centro Diagnóstico, receberam as doses na cerimônia. A vacinação para os profissionais de saúde da linha de frente continua hoje e amanhã, nos hospitais Santa Casa, Austa, Beneficência Portuguesa, Hospital do Coração, Santa Helena e Unimed; UPAS Jaguaré, Santo Antonio e Vila Toninho, Unidades Respiratórias Solo Sagrado, Caic, Anchieta e Vila Mayor e Unidade de Internação Básica Covid. Nestes locais, três mil profissionais devem ser vacinados.

Na semana que vem, as doses serão aplicadas em idosos e pessoas com deficiência institucionalizados, além de equipes de vacinação e profissionais de outros serviços envolvidos diretamente na frente Covid.

Da Redação

Continuar lendo
Comentar esta notícia

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.